APRESENTAÇÃO

UNIDADE 1

UNIDADE 2

DOWNLOADS

UNIDADE 2 - OS CORPOS CELESTES SE MOVIMENTAM?

16. Tudo no universo se movimenta

Como vimos, a lei da gravitação é uma lei UNIVERSAL, ou seja, tudo o que possui matéria no universo se atrai mutuamente. Isso significa que TODA a matéria do universo se encontra em movimento! Como já vimos, os movimentos dependem de quem está vendo (dependem do referencial), por isso, alguns corpos celestes se encontram parados em relação a alguns observadores (por exemplo, a Terra está parada em relação às pessoas que vivem nela, e o Sol está aproximadamente parado em relação ao Sistema Solar). Entretanto, quando usamos O UNIVERSO COMO UM TODO como referencial, vemos que toda matéria que existe no universo se movimenta.

As estrelas vistas à noite estão tão distantes de nós que não percebemos seus movimentos “próprios”, vemos apenas seus “movimentos aparentes”, devido à rotação e translação da Terra. Entretanto, todas as estrelas da Via-Láctea se movimentam ao redor do núcleo da galáxia. Como o Sol é uma estrela, ele também executa um movimento ao redor do núcleo da Via-Láctea, com velocidade de 225 km/s, dando uma volta completa a cada duzentos milhões de anos! Não percebemos esse movimento por que o Sol, em seu movimento, carrega todos os objetos do Sistema Solar com ele, ou seja, em relação a todos os astros do Sistema Solar, o Sol se encontra aproximadamente parado [33].

Figura 59

Figura 59 - Movimento do Sol na Via-Láctea.

A própria Via-Láctea se movimenta, como todas as outras galáxias. Devido à atração gravitacional, existem, por exemplo, galáxias se encontrando e “se misturando”, como nas imagens a seguir:

Figura 60

Figura 60 - Colisão entre duas galáxias espirais.

Figura 61

Figura 61 - Penetração mútua de duas galáxias.

Segundo algumas teorias, a Via-Láctea e a galáxia de Andrômeda estão se atraindo com uma velocidade de aproximadamente 130 km/s e podem vir a se encontrar daqui a 3 bilhões de anos! [34] Na figura a seguir temos uma concepção artística do que você poderia ver no céu enquanto a galáxia de Andrômeda estivesse se misturando à Via-Láctea, se pudesse viver o suficiente para isso...

Figura 62

Figura 62 - Concepção artística da colisão entre a galáxia de Andrômeda e a Via-Láctea, vista da Terra, daqui a 3 bilhões de anos.

Em resumo, podemos dizer que:

Tudo o que existe no universo se movimenta!